26/11/2010

RECORTES DE NOSSO AMOR


Doses de veneno,
beijo de agradecimento.
Teu sorriso falso,
E minha reciprocidade.
Na lágrima que desenha a cicatriz.
No rosto pálido de meretriz.
No batom vermelho de sangue.
Amores e bofetões.
Sexo e camisa de força.
Calma, tudo acabou,
O sangue parou de escoar,
O sorriso se fechou,
A bebida matou de sede,
E o corpo dorme .