18/12/2010

OBRIGAÇÕES



Complicado assim,
Eles querem amor e prisão.
Proximidade não é o bastante,
Por isso abraços e beijos.
Querem convencer.
Com sorrisos e mentiras.
Nas faces alegres,
Contentes pela posse.
Você não vai fugir,
Vai ter de ceder,
É o cansaço o tempo
E os outros.
Não há saída,
O circo se fechou,
Agora pode ajoelhar,
Vai ter choro,
E todos serão apresentados
a fraqueza que lhe habita.
Não adianta gritar,
Os berros denunciam,
E ai irmão,
vão cobrir o teu corpo de pau,
Escavando...
Até encontrar uma espécie de alma.