12/03/2011

A ROTINA DA TRAGÉDIA






Mais uma tragédia na TV.
Corpos boiando nas lágrimas de saudades.
O que resta de amor se perdeu
nas estatísticas do último noticiário.
Que pena, queria também está chorando.
Mas o riso é o único traço de expressão
que preenche minha face.
A tristeza caiu na rotina e perdeu o encanto.
O sorriso é a tragédia assumida
em face do trabalho que deprime,
do amor que sufoca e da dor.