12/09/2012

LOUCURA DE DIZER


Quando digo, te amo,

soa tão senso comum
Parece que não é amor,
Ou de verdade não posso dizer.
A palavra é o que tenho,
E com ela vem os sentimentos.
Sou louco por dizer e não fazer,
E digo, por ser louco e não agir.
Se não fosse,cobriria-te de pau e sebo,
De ardor e asco.
Por ser tão minha e do mundo.