26/10/2012

ENSINAMENTOS GESTUAIS.


Um amor que persegue,
De longe de perto e amiúde,
Que faz refletir,
Que faz  ir,
A lugares que não se conhece,
Que faz querer ser melhor,
E ir além do egoismo,
Da  visão deturpada,
Das algemas lustradas,
Dos tranquilos sonhos,
Da realidade pequena.
Um sentimento que ensinou,
Que revoluções sem paixões,
Não mudam visões.