06/10/2012

PEÇA


A vida é uma  peça,
Quando a gente é criança,sabe,
Quando se torna adulto,esquece.
As coisas ficam sérias,
Desaprendemos a dizer sim a vida,
E nos tornamos  brinquedos,
De um jogo em que somos as peças.
Jogadas de um lado para o outro,
Em um tabuleiro que nos afasta,
De quem queremos estar próximos.
Só desejo que ela leve a sério,
Sem perder o sorriso,
Quando digo;
Que ela é parte do meu jogo,
Que não criei,que disse não,
Que preferi sonhar,que viver como adulto,
Aquilo que só se sabe,quando é criança.