14/11/2012

DE ONDE VEM ESSA PERFEIÇÃO ?



Ela gosta de combinar,
Eu me sinto bem na desordem,
Ela bagunça meu mundo,
Enquanto me encontro sem saber onde.
Ela guarda tudo em seus devidos lugares,
E eu sequer sei onde deixei a gaveta.
Ela come doce e emagrece,
Eu bebo água e engordo.
Ela dança e a balada continua,
Eu começo a sacudir o esqueleto,
E a polícia chega pra prender o louco da festa.
Ela bebe uísque e continua elegante,
Eu olho pro lado e dou com a cara no poste.
Ela senta, fala e todo mundo escuta,
Eu abro a boca e todos ficam surdos.
Ela passa e o trânsito para,
Eu espero o sinal fechar,
Passo e o cara só não passa por cima,
Para não estragar a pintura do carro.
Ela é perfeita e eu desconfio
De toda imagem de perfeição.
Acho que fui eu que criei,
Na minha imaginação,
Um pouco da perfeição daquela mulher,
Em um desenho tridimensional,
Mas me dou conta, que sequer sei desenhar,
Algo que se pareça com um retângulo.