24/01/2013

EM UM SEGUNDO



Em um segundo;
Vou  do tédio a alegria,
Do sonho ao abismo,
Da decepção ao fascínio,
Do amigo ao inimigo,
Da dor de cabeça a poesia.
Do amor a cólera,
Do tormento ao vazio.
Da esperança ao desespero,
E deste para a cama,
Dormir.