27/02/2013

CÂNCER



Algumas ideias tomam conta da mente,
Parecem câncer a devorar tudo .
Esperança,alegria e felicidade,
Desaparecem em face de uma doença.

Os pensamentos nos enfraquecem,
Debilidade é coisa da mente,
E acaba se tornando matéria do corpo.

O ser humano é um ser doente,
O pensamento, acidente da matéria,
Tempo que corta,
Corte que faz a lembrança,
Na memória de um ser do passado.

24/02/2013

DE VOCÊ


Preciso saber de você,
Te ver faz meu dia melhor,
Faz a vida ser menos cansativa.

Quem falou que as coisas passam,
Esqueceu de dizer que antes elas destroem,
E só resta o movimento de decomposição.


Já sou outra pessoa e mesmo assim você está aqui,
Dentro da cabeça e dos sonhos.
Por dentro e por fora de minha imaginação.

Não sei quando é seu aniversário,
Quem é o alguém que lhe faz companhia,
Nesse momento que estou só.

Quanto a você não faço julgamentos,
Gosto do seu jeito,mesmo sem saber
Se é realmente seu, ou minha invenção,
Gosto de imaginar,assim, sem fazer esforço.

É meio louco ou louco e meio
É assim sem saber o que,
Disfarçado e sem ser.

23/02/2013

MEU ATEÍSMO


Certa vez me perguntaram,
Quem foi que colocou em minha cabeça
a certeza que Deus não existe.

Na hora não respondi,
A palavra "certeza" me confundiu.

Não tinha certeza que Deus não existia,
Na verdade quem tem certeza é quem acredita,
Quem não acredita,não tem certeza de nada.

Eu sou ateu e não tenho orgulho e nem desprezo
Por esse aspecto da minha concepção de mundo.

Meus pais são católicos e frequentadores assíduos
Das missas, dos encontros do ECC e coisas do tipo,
E sempre me levavam para os eventos religiosos,
Que participava com uma mescla de desinteresse e
Desconhecimento do que realmente estava fazendo ali.

A ideia da existência de um Deus pessoal,
Passou a me parecer por demais ridícula,
E de uma ingenuidade sem medida.

Até o presente momento, não sei bem
O que as pessoas fazem de joelhos
Nos templos mundo afora;
As vezes penso que é masoquismo da pior qualidade,
Daqueles que a gente apanha e não consegue nenhuma forma de prazer,
Um tipo de masoquismo que faz do prazer uma forma de pecado.
Outras vezes, vejo pessoas doentes que encontram na religião,
Uma projeção das muletas que não tem condições de comprar.

Deus é uma mentira,um substrato da nossa covardia,
Uma história contada e repetida nos quatro cantos do mundo,
E simplesmente sou alguém que adora ouvir histórias
Mas se recusa a torna-se escravo delas.

20/02/2013

INSANIDADE


Antes era dolorido
Lidar com tantos problemas,
Agora não,
Me sinto bem
Em meio a esse caos.

Gritos e barulhos
Não destroem o meu dia,
E agora preciso de mais um gole.

As coisas vão bem
Quando o caos em nós
É  a medida do mundo.

Agora eu sei
Que minha insanidade,
Não tem cura,
Ela é a forma que tenho
De lidar com todas as outras loucuras.

18/02/2013

NEM QUE VIRE PÓ.


Tem muita coisa errada,
Ao dizer que tudo vai dá certo,
Se nós fizermos do jeito que você quer.

Mas vou logo lhe falar,
Que não é bem assim,
Não vou me contentar
com migalhas, vindas
De sua compaixão .

Se apropriou do que não era seu,
Do que deveria libertar
E agora é só uma prisão de jovens.

Não,isso não é pra mim,
Pode tudo dá errado,
Mas eu sei o que quero,
E vou lutar para que aconteça.

Estou aqui por um acidente,
Um terrível e bizarro acidente,
Mas já que estou aqui,
Algo deve mudar,
Queira você ou não
As coisas por aqui vão mudar.
Nem que seja pra virar pó.

17/02/2013

SEM MEDO


Não há nada a temer,
E o que assusta
Não há como evitar,
O fim está traçado,
Pelo acaso que é
O acidente da matéria.

Não há motivo pra vacilos,
É você quem sabe ,
Seja feliz como puder
Do jeito que lhe valer .

Ame até o limite
Lute e durma
Quando quiser.
A batalha e o sono,
São seus, até o fim,
Digam o que disserem.

Agora se desistir
Não imagine outras vidas,
Se não for aqui,
Não vai ser,
Diga seu medo o que disser.

16/02/2013

MOMENTOS E LAMENTOS


Quanto tempo passou
E só se percebe quando se foi
É muito rápido,mas demora,
As vezes nem se chega a notar,
Que todo o amor já era,
E o que resta é a presa de morrer
Que jamais se quer admitir.

Com meus vinte e muitos anos,
Já sei que a infância é passado distante,
Que a juventude faz a gente se perder,
E a vida de adulto é troço cansativo,
Que aos poucos vai matando as flores do nosso jardim,
E cultivando a morte como em um velho cemitério.

A vida é feita de momentos,
Não lamente muito o que não deu certo,
Passe para o próximo.

14/02/2013

COMO GANHAR DINHEIRO ?





Quer ganhar dinheiro
Vendendo sua urina,
E seus coliformes fecais ?
É só embalar, criar uma marca,
E anunciar.




TEMPO DE VOAR


Para os que ficam
meu até logo
pena que as coisas
São feitas mais para
frustrar
Que para satisfazer.

Eu vou,enquanto posso andar
As coisas tendem a piorar
Para os que só sabem esperar.

Não tenho mais nada a fazer
Vou embora
E quando voltar,
Tudo estará diferente,
Pois algo terá mudado em mim.



13/02/2013

NERVOS, PAIXÕES E SONHOS.




"A vida não é regida pela vontade ou pela intenção. A vida é uma questão de nervos, e fibras, e células que se formam lentamente, e onde o pensamento se oculta e a paixão constrói os seus sonhos."

Oscar Wilde
O Retrato de Dorian Gray
Nas palavras de lord Harry


12/02/2013

Desvendando o arco íris


"Nós vamos morrer, e isso nos torna afortunados. A maioria das pessoas nunca vai morrer, porque nunca vai nascer. As pessoas potenciais que poderiam estar no meu lugar, mas que jamais verão a luz do dia, são mais numerosas que os grãos de areia da Arábia. Certamente esses fantasmas não nascidos incluem poetas maiores que Keats, cientistas maiores que Newton. Sabemos disso porque o conjunto das pessoas possíveis permitidas pelo nosso DNA excede em muito o conjunto de pessoas reais. Apesar dessas probabilidades assombrosas, somos eu e você, com toda a nossa banalidade, que aqui estamos."

Livro: Desvendando o arco íris.
Autor: Richard Dawkins.  

10/02/2013

PODERIA É COISA QUE NÃO PODE MAIS.


Se possível fosse:
Teu cheiro em um perfume,
Tua pele como minha coberta,
Teu sorriso como um bom dia,
Teu olhar como a luz no fim do túnel.

Eu seria mais feliz
Com partes de um grande amor,
Mesmo que não fosse completo.

Não lembro quando foi a primeira vez,
Só sei que continua aqui,
Enquanto outros te fizeram me perder de vista,
Outras só me fizeram lembrar mais de você.

E pra lidar com essa permanência, invento encontros
Que vivem durante um poema  mal escrito.
Algumas condenações são injustas,
Quanto a outras, são encantadoras,
Não trazem tristezas, apenas a impressão
Que poderia ter sido diferente.






ENTENDA COMO QUISER.


Não gosto do que você gosta,
Não me agradam as coisas
Que chamam a sua atenção.

Não frequento o seu mundo
E nem você o meu.

Somos diferentes no que temos de mais parecidos,
E distantes no que há de mais vizinho.

Somos o dia e a noite
Que se tocam por leve instante,
Mas com tempos distintos de ser.

A substância que não se mistura,
E a mistura que não se faz substância.

Somos os dois lados de duas moedas diferentes,
O metal enrijecido pelo tempo e por outras mãos.

Não sou o que você queria,
E você não é o que eu desejava,
Que você não fosse.





08/02/2013

SORRIA



SORRIA 
VOCÊ ESTÁ SENDO FILMADO.

SORRIA
VOCÊ ESTÁ SENDO VIGIADO.

SORRIA
VOCÊ NÃO TEM ESCOLHA

SORRIA
SUA FOTO ESTÁ EM TODOS OS ARQUIVOS POLICIAIS.

SORRIA
VOCÊ ESTÁ PAGANDO A MANUTENÇÃO O SEU CÁRCERE.

SORRIA
VOCÊ É UM CONSUMIDOR COMPULSIVO.

SORRIA
VOCÊ NÃO PRECISA SABER O QUE ACONTECE.

SORRIA
NÃO HÁ PRA QUEM PEDIR SOCORRO

SORRIA
VOCÊ ESTÁ SOZINHO E SEM DEFESA.

SÓ. 



03/02/2013

SER FEIO É SER BONITO DUAS VEZES.


Todo ser vivo é bonito,
Menos aqueles que são feios.

E aqueles que são feios,
Tem qualquer coisa de beleza,
Em seus traços mais fortes.
O que não se pode
É ser feio com cara de abortado,
Autopiedade e feiura não combinam,
Depois do susto a feiura se torna elegante,
Falo por experiencia própria;
Ser feio é ser bonito duas vezes,
Da primeira, que se faz correr de medo,
E da segunda, em que se é descoberto pelo olhar.


01/02/2013

RECEITA


O que se passa,
Com esses passos que levam,
Sem saber onde.

Já escutei de tudo ,
Frases feitas,
Que parecem minhas.

Receitas bem boladas,
De como misturar as massas
E tirar o bolo na hora certa.

Já falaram que o primeiro pedaço,
É de quem mais se gosta,
E depois são servidos os outros.
E no fim sobra um pedacinho,
Que é guardado para o outro dia.

Para o inferno toda receita,
Hoje estou de mal humor,
E só espero que quando aprontar,
A mordida seja na própria língua,
Pra arrancar o pedaço e banhar tudo de sangue