10/02/2013

ENTENDA COMO QUISER.


Não gosto do que você gosta,
Não me agradam as coisas
Que chamam a sua atenção.

Não frequento o seu mundo
E nem você o meu.

Somos diferentes no que temos de mais parecidos,
E distantes no que há de mais vizinho.

Somos o dia e a noite
Que se tocam por leve instante,
Mas com tempos distintos de ser.

A substância que não se mistura,
E a mistura que não se faz substância.

Somos os dois lados de duas moedas diferentes,
O metal enrijecido pelo tempo e por outras mãos.

Não sou o que você queria,
E você não é o que eu desejava,
Que você não fosse.