23/02/2013

MEU ATEÍSMO


Certa vez me perguntaram,
Quem foi que colocou em minha cabeça
a certeza que Deus não existe.

Na hora não respondi,
A palavra "certeza" me confundiu.

Não tinha certeza que Deus não existia,
Na verdade quem tem certeza é quem acredita,
Quem não acredita,não tem certeza de nada.

Eu sou ateu e não tenho orgulho e nem desprezo
Por esse aspecto da minha concepção de mundo.

Meus pais são católicos e frequentadores assíduos
Das missas, dos encontros do ECC e coisas do tipo,
E sempre me levavam para os eventos religiosos,
Que participava com uma mescla de desinteresse e
Desconhecimento do que realmente estava fazendo ali.

A ideia da existência de um Deus pessoal,
Passou a me parecer por demais ridícula,
E de uma ingenuidade sem medida.

Até o presente momento, não sei bem
O que as pessoas fazem de joelhos
Nos templos mundo afora;
As vezes penso que é masoquismo da pior qualidade,
Daqueles que a gente apanha e não consegue nenhuma forma de prazer,
Um tipo de masoquismo que faz do prazer uma forma de pecado.
Outras vezes, vejo pessoas doentes que encontram na religião,
Uma projeção das muletas que não tem condições de comprar.

Deus é uma mentira,um substrato da nossa covardia,
Uma história contada e repetida nos quatro cantos do mundo,
E simplesmente sou alguém que adora ouvir histórias
Mas se recusa a torna-se escravo delas.