21/04/2013

TÉDIO

Luis Quiles

Noite embriagada,
bêbado de ideias,
angustia no copo vazio,
sem dinheiro e amigos.


Maldito seja a luz,
que na noite ainda persiste.
malditos sejam os homens,
que bebem para não morrerem de tédio.