27/08/2013

SERÁ




Será que o deus cristão, Ou qualquer outro seja mesmo minimamente necessário ?

Não seria a razão, capaz de fornecer parâmetros, Para lidarmos com toda a violência e sofrimento, de modo a não elimina-los,mas a reconhece-los, como inerentes a  carne e ao ser que somos ?

Não seria a religião só uma parte quase insignificante de todo o mistério ? Uma parte que acaba camuflando todas as outras possibilidades de viver, que restringe de tal modo o olhar,impedindo-nos de alçar voo sobre outras paisagens ?

Não seria a religião a essência do encarceramento do indivíduo em um modo de vida não criativo,que para ter o seu contraponto ,necessitaria de uma maior percepção do próprio sentir, que é impossibilitado pela velocidade das mudanças que nos fazem perder o contacto com nós mesmos, criando valores cada vez mais efêmeros e descartáveis, como se os sentimentos fossem voluntários e os atos não ?