29/11/2013

ARQUITETURA DA INFÂNCIA



Crianças não deveriam ser criadas em apartamentos.Enjauladas como bichos sem a mínima autonomia. Tratadas com palavras de amor,mas cerceadas em seus movimentos. Um apartamento pode até servir para abranger os passos de um adulto,mas a criança não pode ficar batendo com a cara em uma jaula,esperneando e jogando seu brinquedo para fora,numa tentativa de escapar da prisão. 

As cidades são pensadas para carros e negócios,a criança parece mais um dos objetos,deslocada de lugar,mas sem espaço para habitar e ambiente propício aos seus primeiros passos. Talvez o objetivo de toda essa arquitetura,seja adequar as próximas gerações ao deslocamento dos carceres do espaço público para o privado. Cada um, será assim, responsável pela sua própria cela,fazendo a limpeza a manutenção e a adequação de sua prole aos novos padrões de conforto.