15/11/2013

MEU PROBLEMA



É  tão contraditório
que não sei  dizer,
É óbvio de tal modo,
que não há palavras.
É meu problema,
afetando a vizinhança,
simples e complicado,
que chega a ser patético,
bastando gestos,
olhares de carinho,
ou sorriso terno,
a expressar uma virgula,
como um mar de poesia,
jogando as ondas,
e levando toda sujeira,
guardada no lugar, 
que ela deveria viver.