30/11/2013

OS VERDADEIROS MONSTROS



Meus monstros não tem cara feia,
Não soltam uivos tarde da noite,
Não andam armados e atirando,
Nem são sequer perversos.

Eles não transmitem insegurança,
São boas companhias pra qualquer um,
Não bebem nem fumam,
Nem falam palavrões e parecem gentis.

Tem olhos cativos e bons modos,
Andam bem vestidos e limpos,
Dispostos a ajudar o próximo,
Dizem sim senhor,sim senhora.

Monstros da moda de verão,
De fina estampa e elogiados,
De futuro seguro e sucesso,  
Com a certeza que a vida vale por si.