30/07/2015

ERRO





Algo deu errado
Foi cristo que não morreu atirando?
Foram os outros que matamos pra salvar?
Ou nós que louvamos aos mortos?

29/07/2015

VENTO



Caem as folhas,
E o vento sopra.
Deita-se o animal na sombra,
E o vento sopra,
Passa a sombra correndo,
E o vento sopra.
Dorme e levanta voo
E o vento continua a soprar.
Docemente ela passa,
E o vento como parte de seus  cabelos,
Agora pode ser tocado.

28/07/2015

Dentro





Seus lábios vermelhos de sangue,
Os meus vermelhos dos seus.
Seus olhos coloridos de vida,
Os meus fixados nos seus.
Seu corpo estirado no chão,
EU, em cima, embaixo e dentro de VOCÊ.

27/07/2015

Não sei se é possível sem você

Após cinco meses de oficializar a relação com sua noiva, o fotógrafo americano Angelo Merendino descobriu que a mulher amada, estava doente. Jennifer Merendino havia sido diagnosticada com um câncer de mama e teria que começar imediatamente o tratamento de quimioterapia e radioterapia.

Desde a notícia, o fotógrafo resolveu registrar todos os dias da vida de sua amada. As fotografias seriam apenas para o uso familiar, mas, poucos dias antes de morrer, Jennifer pediu que divulgasse as imagens a todos, com o intuito de alertar as mulheres na prevenção contra essa terrível doença.

Não é a dor 
Nem a tristeza,
O que atrai a atenção,
É o amor que não sabe,
Que não se escolhe,
E não se contenta .

O que atrai é o olhar,
Olha como estou perto,
Tá difícil sem você aqui,
Quero te ver pra sempre,
A tua foto na minha retina,
A tua pele ao meu lado.


Deixa eu cuidar,
É por mim que peço
É um pouco do meu egoismo,
Que fala nesse momento,
É que não sei, 
Se é possível sem você.




















Conhecendo Alguém



De uma forma um pouco simplificada,
É possível conhecer alguém de duas formas: 
tendo uma boa conversa com ela,
ou tendo uma boa noite sem sono ao lado dela. 
Então,desde já, esteja convidada. 


BOA NOITE.
BONS SONHOS,
E MELHOR AINDA ,
SE NÃO FOR POSSÍVEL,
TE-LOS .

A Linha dos Relacionamentos



O trem se foi e deixou um sorriso,
Deixou uma criança vestida de princesa,
Deixou uma alegria que antes não havia,
Na fotografia de nossas vidas.

Antes vazias e sem encanto,
Na lembrança de um passado distante.
,
Nesta que é agora aberta ao mundo,
Pelo simples fato de receber tudo,
Em um convidativo sorriso de criança.

Brotar



Chuva fina faz rio,
onde a terra está cortada,
qualquer pingo inunda
E demora esvaziar,
quando não torna-se vida.

26/07/2015

A Paixão do Pessimismo




Esta puta chamada vida,fingida como se fosse criatura de importância. Mas que não passa da mais reles das vadias, que vaga em busca do mais sublime gozo . Quando mais mereceria tapas de fúria e desdem. Alguns esperam dela a paz dos mortos,outros a encobrem com a mais colorida veste. Quanto a mim, suporto para em seguida cupi-lhe na cara,tirando-lhe as veste e estuprando-lhe os ideais,até ficar completamente nua e com cheiro de toda a porra do mundo,para que assim possa pintar-lhe com meu próprio sangue.

O segredo da vida é encontrar a sua própria forma de estraga-la, de desvia-la da mesmice ,da rotina impregnada nos passos.

Mas o que estou a dizer ? Não há fundamento em nada,na vida e no texto. A vida é carnificina,lâmina perpassando a carne; rasgada, dilacerada e em breve sem vida. 

A vida humana em si, em nada é mais válida para o universo que a de uma barata,rato ou suino. Tão inútil como qualquer bactéria,vírus ou fungo, em nada acrescenta a ordem cósmica. Como uma flatulência sem emissor e receptor . Um peido sem destino,desfazendo-se em meio a poeira .

Mas do que vale o universal a ordem das estrelas,além do desconforto de um astro que queima a pele. Eu sou essa barata em meio a outras, esse roedor com mania de nobreza, suíno imundo de paleto e gravata, com vinte rosas mortas compondo um buque a ser entregue ao um grande amor,que nesse momento se veste especialmente para encontrar e beijar-me o rosto com aquele carinho todo especial por este apaixonado que vos fala.

24/07/2015

CAUSA PERDIDA




Este vazio de coisas
Esta água que mata de sede
Esta dor que desperta os sentidos
Esta fome sem fim
Este fim que não chega
Esta angustia desmedida
Esta força de destruir montanhas
Esta saga de bestas
Esta famigerada intranquilidade
Esta fábrica de inutilidades
Esta selva de animais contidos
Esta velocidade de lesma
Este beijo de morte
Este carinho de forca
Este espaço de borrões
Esta beleza de mau gosto
Este silêncio de explosões,
Esta vida perdida e sem motivo.

18/07/2015

SEMPRE PIOR





Como queria ouvir tudo que eles dizem
Para em seguida esquecer cada palavra.

Como queria acreditar em todas as crenças e utopias,
Para em seguida fazer chacota das próprias ideias.

Como queria viver em paz
Para em seguida fazer guerra com a mais rígida convicção.

Como queria ser puro,
Para em seguida afogar o corpo em devassidões .

Como queria ser um servo do senhor
Para em seguida plantar a discórdia e a descrença.

Como queria ser o portador da verdade
Para em seguida inventar novas mentiras.

Como queria a seriedade ,
Para cobri-la com as vestes de um palhaço.

Como queria o paraíso
Para em seguida me queimar torto no inferno.

Como queria o bom senso
Para em seguidas me encher de vícios.

Como queria a gloria
Para em seguida nadar na correnteza da lama.