29/07/2015

VENTO



Caem as folhas,
E o vento sopra.
Deita-se o animal na sombra,
E o vento sopra,
Passa a sombra correndo,
E o vento sopra.
Dorme e levanta voo
E o vento continua a soprar.
Docemente ela passa,
E o vento como parte de seus  cabelos,
Agora pode ser tocado.