18/01/2016

Noite



Jan Saudek


Amanha acordarei tarde
Visitarei os monstros da TV,
Imaginarei a liberdade do voo,
Enquanto tento abrir os olhos.

Amanha seremos felizes,
Mesmo que um pouco mais velhos,
E com flores mortas nas mãos
Tentaremos dormir em paz.

Agora estou triste
De braços com uma raiva contida,
Porque você só passa,
Quando o vinho tem acabado.

Agora não sei explicar,
Os cães latem de fome.
E sob o brilho das estrelas,
O balanço engana os sentidos.

01/01/2016

Zero hora



Se você estivesse aqui
não desejaria feliz ano novo,
nem mentiria falando de um mundo melhor,
ou de algum truque para trazer sorte.

Se você estivesse aqui
o ano novo seria irrelevante,
e poderia dizer o quanto acho tudo isso idiota
e mesmo assim cada instante de vida seria esplêndido. 

Se você estivesse aqui
eu dormiria mais tarde
teria motivos pra sorrir
sem a obrigação de felicitar estranhos.

Se você estivesse aqui 
a explosão de fogos não anunciaria mudanças
entre os sussurros o silencio traria as boas novas 
e os olhares diriam que algo aconteceu.

Mas você não veio e eu não estou aqui.