05/01/2016

CARTA VAZIA





Eu não sei quando você vai nem quando pretende retornar. Não conheço seus gostos,suas leituras e as maiores dúvidas que a animam. Desconheço suas manias,seus amores e os vícios que alimentam sua vida. Não ouvi de você mais do que algumas palavras, que pouco ou nada dizem da loucura que reside em seus sonhos.

O que eu sei é que você foge assim como eu também tento escapar,você se esconde assim como eu também tento disfarçar o que sinto e penso.

Eu fujo pra não procurar e de forma alguma mostrar que posso me interessar tanto por alguém. Eu escondo o meu mundo de desejo ,por que antes de você o objeto poderia ser qualquer um e não exclusivamente você.

Está carta não será enviada,ou talvez seja ,que é pra fingir que é pra você e não pra mim.

O amor é algo que a humanidade precisa para viver,mas não é algo que eu esteja disposto a suportar.